Criança no mercado: Devo ou não levar meu filho?

Criança no mercado: Devo ou não devo levar? Se você tem essa dúvida, continue com a gente!

É de conhecimento geral que as crianças influenciam – e muito – as decisões de compra de toda a família. Muitos pais, inclusive, evitam levar seus filhos ao mercado ou ao shopping com medo dos gastos excessivos.  

A verdade é que não existe problema algum em levar as crianças ao mercado ou a qualquer outro estabelecimento. Como já falamos em outros conteúdos, a educação financeira deve ser introduzida na vida dos pequenos desde cedo e de forma natural. 

Ir ao mercado é algo corriqueiro na rotina das famílias brasileiras. Incluir seus filhos nessa atividade pode ser uma excelente maneira de reforçar diversos conhecimentos sobre educação financeira, como análise de preços, economia, consumo consciente e responsabilidade. 

Antes de mais nada, é importante lembrar que as crianças se inspiram em seus pais. Se você tem o hábito de comprar compulsivamente, por exemplo, pode acabar influenciando seu filho a desenvolver esse mesmo comportamento ao longo da vida. 

Por isso, antes de levar seu pulpilo ao mercado ou ao shopping, dê o bom exemplo cultivando hábitos financeiros responsáveis. Além disso, recomendamos que você ensine ao seu pequeno alguns conceitos importantes sobre educação financeira. 

Pensando em te ajudar, trouxemos no post de hoje algumas dicas de como transformar sua tarde de compras em uma divertida aula de educação financeira. 

Confira a seguir! 

criança no mercado
  • Save

1. Faça a lista junto com a criança antes de ir ao mercado

Fazer uma lista de compras permite um maior controle dos gastos e ainda facilita a vida na hora de escolher os produtos. De modo geral, é uma ferramenta muito prática para otimizar seu tempo no mercado. 

Quando as crianças ajudam a montar a lista de compras, verificando os produtos que faltam em casa e o que é necessário comprar, elas desenvolvem senso de responsabilidade e aprendem a diferença entre desejo e necessidade.

Nesse momento, é importante esclarecer ao seu filho a diferença entre os produtos que a família realmente necessita e aqueles que são comprados por desejo, como por exemplo, sorvetes, chocolates e outras guloseimas. 

criança no mercado
  • Save

2. Explique sobre o valor do dinheiro 

Antes de levar uma criança ao mercado, é importante explicar para ela o valor do dinheiro e todo o trabalho que você tem para conquistá-lo. 

Para crescer consciente, seu filho deve entender com clareza que o dinheiro não é algo infinito e que para fazê-lo render o mês inteiro, é preciso economizar. 

Uma dica interessante é explicar aos pequenos quais são os itens necessários e supérfluos da lista de compras. Se for preciso retirar alguns itens da lista, não esqueça de explicar os motivos!  

criança no mercado
  • Save

3. Pratique o consumo consciente

Os pais são os maiores exemplos da vida de uma criança, por isso, é essencial que você demonstre ao seu filho que cultiva bons hábitos financeiros no dia a dia. 

Cultivar bons hábitos financeiros significa economizar na hora de fazer as compras, não comprar além do que foi listado e manter sempre os combinados. 

Não adianta montar uma lista com seu filho, mas na hora de fazer as compras, colocar no carrinho diversos itens supérfluos que não foram previstos. 

Um bom exemplo faz toda a diferença! 

Leia mais: Atividades de consumo consciente para educação infantil

criança no mercado
  • Save

4. Saiba dizer não!

Quem é pai ou mãe sabe que muitas vezes é difícil resistir aos pedidos dos pequenos, seja no mercado, no shopping ou em uma loja de brinquedos. 

Apesar disso, é importante aprender a dizer não em alguns momentos, pois a criança precisa entender que nem sempre podemos ter as coisas na hora que queremos. 

Dizer não quando seu filho pedir algum item supérfluo é uma excelente maneira de ensiná-lo a lidar com frustrações e a poupar

Ao dizer não, lembre-se sempre de explicar os motivos dessa decisão. Ressalte também a diferença entre necessidade e desejo.

criança no mercado
  • Save

5. Lembre seu filho da mesada

Se os seus filhos recebem mesada, mas mesmo assim te pedem itens no mercado ou no shopping, relembre-os desse valor. 

Muitas vezes, a vontade de comprar é impulsiva, mas quando se veem obrigados a mexer nas próprias economias, acabam por entender o valor de economizar, poupando o dinheiro para seus objetivos. 

6. Determine tarefas

Para que a ida ao mercado se torne algo produtivo, você deve fazer com que seu pequeno se sinta parte do processo. Uma ideia é atribuir algumas tarefas de casa a ele, como ajudar na lista de compras, verificar os produtos que faltam em casa, selecionar alguns produtos no mercado e ajudar a empurrar o carrinho. 

Crianças que sabem ler podem verificar as datas de validade dos itens, comparar os preços e até mesmo analisar a relação custo-benefício de determinado produto. 

criança no mercado
  • Save

7. Peça ajuda para guardar as compras

Pedir ajuda da criança para guardar as compras pode ajudá-la a compreender o valor do seu esforço, além da importância de manter as coisas organizadas. 

Antes de começar a guardar as compras, você pode propor ao seu filho um jogo de perguntas e respostas sobre os preços dos produtos. Depois, ensine-o a organizar cada item, de acordo com sua categoria e data de validade. Com certeza será uma experiência muito divertida. 

criança no mercado
  • Save

8. Estimule seu filho a ajudar no preparo das refeições 

Depois de uma tarde de compras no mercado, que tal preparar uma refeição deliciosa com a ajuda do seu filho?

Quando a criança participa do processo de preparação das refeições, ela aprende a valorizar os esforços e a se alimentar melhor. 

Para reforçar esse último ensinamento, não esqueça de levar seu pequeno na sessão de hortifruti para escolher frutas, legumes e verduras. 

Outra dica interessante é fazer a criança participar da escolha do cardápio da semana. Gostou da ideia? 

criança no mercado
  • Save

Criança no mercado: Uma lição de educação financeira para toda a vida! 

Quando os pequenos participam das atividades do dia a dia, aprendem de forma natural e muito mais divertida sobre as responsabilidades que terão durante a vida adulta. 

Por isso, independentemente da idade do seu filho, deixe-o participar da rotina da família, seja elaborando a lista de compras ou indo ao mercado. 

Esperamos que com essas dicas, seus passeios de compras se tornem muito mais proveitosos e tranquilos!

Lembre-se de que é necessário muito cuidado para não ceder aos desejos dos pequenos! Seu objetivo deve ser torná-los consumidores conscientes para uma vida adulta financeiramente saudável. 

Você conhece a Pulpa?

Além de ensinar seu filho a consumir de forma consciente, você deve pulpar para o seu futuro!

Mas o que significa Pulpar?

Pulpar é guardar dinheiro para o futuro da criança que você ama. Assim, ela estará mais preparada para os desafios da vida ou realizar sonhos, como fazer um intercâmbio ou pagar uma boa universidade.

O melhor de tudo é que todo mundo pode colaborar um pouquinho: pais, avós, tios, primos, padrinhos e até mesmo os amigos da família.

Gostou dessa ideia? Comece a pulpar hoje mesmo! Conheça mais sobre a Pulpa e baixe o aplicativo Pulpa em seu celular.

Confira nosso instagram para mais dicas!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Share via
Copy link
Powered by Social Snap