Consumismo infantil: Entenda o que é e como evitar

Devido a grande imersão das crianças no mundo digital, o fenômeno chamado consumismo infantil vem crescendo a cada dia mais no Brasil e no mundo, trazendo com ele graves consequências para o desenvolvimento dos pequenos.

Muitos pais ainda não têm conhecimento sobre o assunto e por isso, acabam estimulando comportamentos consumistas desde cedo, sem saber. 

Pequenas atitudes, como dar presentes como recompensas, oferecer mesadas exageradas e não ensinar a criança a compartilhar podem colaborar para que ela cresça sem saber consumir de forma consciente. 

Segundo estudo do Journal of Consuming Research, crianças que recebem presentes de seus pais como forma de recompensa tendem a se tornar adultos mais apegados ao dinheiro.

Você imaginou que uma “pequena atitude” como essa poderia impactar no desenvolvimento comportamental de uma criança?

Para evitar que seu filho cresça aos moldes do consumismo infantil, é importante entender o assunto e saber como trabalhar atitudes positivas.

Neste conteúdo, compartilhamos um pouco mais sobre o que é o consumismo infantil, seus impactos e algumas dicas de como combatê-lo já na infância.

Ficou curioso para conferir? Então continue com a gente! 

O que é consumismo infantil?

O consumismo infantil é um hábito estimulado e moldado durante a fase de desenvolvimento de uma criança. Ele está relacionado com o consumo exagerado de produtos e/ou serviços, sem que haja uma necessidade específica. 

As mensagens publicitárias na TV e na internet têm muita influência no crescimento do consumo entre as crianças que, por serem mais vulneráveis do que os adultos, acabam sofrendo ainda mais cedo com os graves impactos que o consumismo pode trazer para suas vidas.

Todos esses estímulos geram uma motivação inconsciente de comprar cada vez mais e mais, que se perpetua durante a vida adulta. 

  • Save

Quais são os impactos do consumismo infantil? 

Segundo pesquisa do TNS/InterScience, as crianças brasileiras influenciam 80% das decisões de compras de suas famílias. 

Apesar de não ser tão recente, essa pesquisa ainda demonstra a realidade de muitos lares no Brasil, afinal, as crianças de hoje estão cada vez mais conectadas com o universo digital. 

Muitos sequer imaginam, mas o consumismo não é estimulado exclusivamente pelas propagandas e anúncios, mas principalmente por conteúdos compartilhados nas redes sociais de forma orgânica entre usuários e influenciadores. 

Mesmo sem uma campanha cheia de personagens, atores e cenários lúdicos, alguns conteúdos, como vídeos de unboxing, stories e imagens de produtos podem estimular o consumo exagerado desde cedo. 

Com isso, as crianças acabam por sofrer consequências, como:

  • Desequilíbrio alimentar;
  • Obesidade Infantil;
  • Mudanças de comportamento;
  • Agressividade;
  • Consumo precoce de álcool e tabaco;
  • Erotização precoce. 

Como evitar o consumismo infantil?

Antes de mais nada, é necessário dar o exemplo. O maior exemplo das crianças são seus pais, por isso, você precisa adotar hábitos de consumo saudáveis para que seu filho siga o mesmo caminho. Se os seus hábitos de consumo forem baseados no consumismo desenfreado, provavelmente seu pequeno levará esse exemplo para a vida. 

Você também não deve substituir a atenção que seu filho deveria receber de você com brinquedos ou dinheiro. Essa prática pode causar um dano enorme na associação de valor de uma criança, que crescerá dando maior valor aos bens do que às relações familiares.

O combate ao consumismo infantil é um esforço de toda a família, por isso, todos devem rever seus hábitos de consumo, planejar um orçamento familiar e repensar a educação financeira das crianças.

É importante ensinar bons hábitos e fazer com que os pequenos compreendam que, antes de adquirir algo, é preciso pensar se aquilo é realmente necessário, se o preço está adequado, se cabe no orçamento e se existe algum outro gasto a ser priorizado naquele momento. 

Abaixo compartilhamos algumas medidas que podem evitar o consumismo infantil.

Utilize a mesada 

Utilize a mesada, quinzenada ou semanada para ensinar desde cedo ao seu pequeno a importância da administração do dinheiro e do senso de responsabilidade. Mas tenha cuidado para não associar a mesada com uma obrigação da criança, como ir bem nas provas ou se comportar. 

A ideia é que a mesada seja uma ferramenta de educação financeira para que seu filho possa aprender a lidar com o dinheiro. 

Mesada educativa: O que é e como começar?

consumismo infantil
  • Save

Utilize recompensas não financeiras pelo bom comportamento 

Conforme falamos acima, não ofereça recompensas financeiras por obrigações, como tirar boas notas e ter um bom comportamento. Você deve, por exemplo, associar o bom comportamento com outras coisas boas, como um passeio no parque ou escolher a sua comida favorita para o almoço. 

Estimule o compartilhamento 

Ensine seu filho a compartilhar os brinquedos com irmãos, primos e amigos. Dessa forma, ele aprenderá valores importantes para a vida adulta, como dividir e reutilizar o que já tem. 

Atividades de consumo consciente para educação infantil

  • Save

Seja você o exemplo! 

Como citamos no início do tópico, os pais são o maior exemplo de uma criança. Tendo isso em mente, procure planejar seu orçamento familiar com a participação dos seus filhos. Você também deve cultivar bons hábitos financeiros no dia a dia para servir de inspiração para seu pequeno.

E não esqueça de, ao mesmo tempo, ensinar educação financeira infantil para a criançada! Seja um exemplo e compartilhe conhecimento. 

Cuidado com modismos 

Diariamente, recebemos uma enxurrada de propagandas nas redes sociais  para nos estimular a comprar coisas que não precisamos. Para evitar que seu filho seja alvo desse tipo de comunicação, mantenha o diálogo sempre aberto e explique as diferenças entre desejo e necessidade.

  • Save

Cuidado com a internet

Seu filho costuma navegar pela internet? Fique atento ao tipo de conteúdo que ele consome através das plataformas digitais. Além disso, você também deve aplicar filtros infantis nos dispositivos eletrônicos que ele utiliza. 

  • Save

Lembre-se sempre que, o diálogo e os bons exemplos são as melhores ações a serem tomadas para evitar o consumismo infantil

Procure sempre manter bons hábitos financeiros e ensine desde cedo ao seu filho a importância de poupar, controlar gastos e evitar o consumo excessivo, sem necessidade. 

Gostou das dicas? Que tal colocá-las em prática hoje mesmo? 

Conte com a Pulpa para te ajudar na educação financeira do seu pequeno. 

Ensine seu filho a consumir de forma consciente e Pulpe para o futuro!

Ensinar seu filho a consumir de forma consciente desde cedo é essencial para que ele se torne um adulto responsável financeiramente.

Além de ensiná-lo a lidar com o dinheiro do jeito certo, você também deve Pulpar para seu futuro.

Mas o que é Pulpar?

Pulpar é um novo jeito de guardar dinheiro para o futuro da pessoinha que você mais ama. Seguro e colaborativo.

Através do aplicativo Pulpa, você pode guardar o dinheiro e vê-lo crescer como a criança.

O melhor de tudo é que todos podem colaborar: tios, primos, avós, padrinhos, amigos e quem mais quiser.

Comece a pulpar hoje mesmo! Conheça mais sobre a Pulpa e baixe o aplicativo Pulpa em seu celular.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Share via
Copy link
Powered by Social Snap